Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Afectos

Os Afectos

19
Fev19

Atravessar nas passadeiras é igual a não atravessar nas passadeiras


Paulinha

passadeira.jpg

Desde há 2 anos que tenho vindo a ter um problema crescente no dia-a-dia. Chama-se Passadeiras, e supostamente foram criadas, e bem, para minimizar atropelamentos, criar civismo e respeito por peões. A verdade é que nestes últimos 2 anos tenho sentido exactamente o oposto. Que não são lugares seguros, nem prioritários à passagem segura de peões. E este sentimento é, inacreditavelmente maior, sempre que circulo com os meus filhos. Que é todos os dias! Há uma falta de tudo! Em primeiro lugar de tempo! Anda tudo atrasado e a correr muito. Depois acham que circular de carro os faz chegar sempre mais depressa! Errado! Depois é prego a fundo para chegar ainda antes... Utopia. A nossa cidade é sobretudo pedestre. Sem inclinações, colinas, com ruas e avenidas largas com disposição geométrica de paralelas e perpendiculares. Perfeita, portanto! A escola dos meus filhos fica a cerca de 7 minutos de casa e em linha recta. No percurso temos de passar 8 passadeiras. E 4 dessas são, basicamente, partilhadas por todos os percursos que chegam a quase todas as escolas ( públicas e privadas) de Matosinhos. Logo, onde circulam dezenas de crianças pedestres, de manhã e ao fim da tarde. É vergonhosa e assustadora esta falta de tudo, até de medo de atropelar, que assola os condutores nestas ruas e avenidas a estas horas. Registam-se em média 2 atropelamentos por mês, e alguns são fatais. Lembro que é o centro, baixa de Matosinhos. Todos os dias, desde há uns meses, que perco a paciência e mando um berro, ou pior, apanho um susto com uma travagem brusca, ou pior nos passam razias. Porque não podem esperar que acabemos de atravessar a passadeira e cheguemos ao passeio. O meu filho ainda vai no carrinho e nem sempre é fácil subir passeios. É assustador, medonho, avassalador este sentimento diário quando levamos e trazemos os filhos da escola. Ando a pensar o que fazer e já comecei por tomar algumas medidas. Urgência Precisa-se! e Lombas e freio!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo